Rio das Ostras retoma obra de escola municipal no Village

Rio das Ostras retoma obra de escola municipal no Village

Este mês, o município deu início à fase de elaboração e análise dos projetos, que inclui a complementação da Escola de Ensino Fundamental Padrão 2010, inclusive a urbanização.

2
Compartilhar
Rio das Ostras retoma obra de escola municipal no Village- Foto: Ákilla Ribeiro

A prefeitura de Rio das Ostras realiza a retomada da obra de uma escola municipal no Loteamento Village, após um bom tempo sem investimentos. Este mês, o município deu início à fase de elaboração e análise dos projetos, que inclui a complementação da Escola de Ensino Fundamental Padrão 2010, inclusive a urbanização.

Segundo o engenheiro civil da Secretaria, Uilson Alves, que está acompanhando a obra, na última semana começou a fase de testes. Ele explicou que foi necessário fazer todo o levantamento da obra, a fim de verificar a viabilidade técnica e financeira em razão do tempo que ficou parada, que foi de aproximadamente seis anos.

“A viabilidade técnica diz respeito às condições de estabilidade e segurança, já que em alguns pontos a estrutura apresenta patologias. A financeira refere-se a um mínimo de confiabilidade para executar a obra com os valores contratados, cujo não previam eventual recuperação e reforço”, informou Uilson.

A campanha de ensaios, ou seja, de testes, foi dividida em cinco etapas. Na primeira foi realizado o teste de esclerometria para avaliar indiretamente a resistência do concreto. Em seguida, foi feito o ultrassom de modo a verificar a qualidade do concreto. Numa terceira etapa, houve a prova de carga estática, que tem o objetivo de carregar a estrutura com toda a carga prevista em projeto e avaliar seu comportamento quanto à estabilidade e segurança.

A quarta etapa foi a verificação da ferragem das vigas para identificar eventuais problemas. Já o quinto teste trata-se do acompanhamento do recalque de fundação durante toda a execução da obra. Os ensaios foram feitos, inclusive, com utilização de drone.

“Vale ressaltar que esta é a primeira vez que uma obra em Rio das Ostras é submetida a uma campanha de ensaios tão extensa e que, também, se utiliza numa obra a classificação dos resíduos da construção, separando-os em frações, que são os materiais, vidros, plásticos, papel e papelão, gesso, resíduos não recicláveis e perigosos”, destacou o engenheiro.

2 COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta