Dia é marcado por violência na comunidade do Lagomar em Macaé  

Dia é marcado por violência na comunidade do Lagomar em Macaé  

Um Policial foi morto enquanto participava de uma operação para reprimir ações criminosas de facções rivais pela disputa de ponto de drogas na Comunidade.

1
Compartilhar
Viaturas da Polícia Militar cercando as comunidades de Cajueiros e Lagomar em Macaé/ Foto: Página Notícias Macaé

A manhã desta terça-feira (9) se iniciou com a morte de um policial militar lotado do 32º Batalhão da PM. O falecimento do Cabo José Renê Araújo Barros, foi confirmado pela Assessoria de Imprensa da PM, que lamentou a morte de José.

O militar estava em uma operação para reprimir ações criminosas de facções rivais pela disputa de ponto de drogas na Comunidade Lagomar, em Macaé. O policial foi ferido e infelizmente não resistiu, falecendo enquanto era socorrido para a unidade de saúde mais próxima.

José Renê tinha 35 anos, oito anos na Corporação e deixa esposa e três filhos. Ainda não há informações sobre o sepultamento. Vale ressaltar que o policial militar é o terceiro morto neste ano no estado do Rio.

Segundo moradores da comunidade do Lagomar, um helicóptero que veio da capital está sobrevoando sobre a localidade. Criminosos estariam tentando acertar o helicóptero. As informações ainda não foram confirmadas pela Polícia Militar.

Segundo a Prefeitura de Macaé, Por recomendação da Polícia Militar, a Secretaria de Mobilidade Urbana, em entendimento com a empresa SIT, por questões de segurança, restringiu o transporte público até o Terminal Lagomar. Os coletivos não estão entrando no bairro.

A Polícia Militar orientou que a Secretaria de Educação fechassem as unidades escolares do bairro Lagomar.  As escolas da rede municipal estão no período de férias e o início do ano letivo 2018 será dia 5 de fevereiro. Durante o período de recesso escolar, a secretaria das escolas funciona, somente, com atendimento para matrícula.

1 COMENTÁRIO

Deixe uma resposta