Comitiva visita obras do Aeroporto de Macaé

Comitiva visita obras do Aeroporto de Macaé

0
Compartilhar
Visita de comitiva nas obras de ampliação do aeroporto. Macaé/RJ. Data: 06/11/2018. Foto: Rui Porto Filho

As obras da pista do Aeroporto de Macaé, que permitirá o retorno de pouso e decolagem de voos comerciais, foram acompanhadas de perto, nesta terça-feira (6), por representantes da Prefeitura de Macaé, Infraero e entidades da indústria e comércio da cidade. A comitiva visitou os trechos que irão ampliar a referência de resistência da pista para ATR 72 (70 passageiros), com previsão de entrega para dezembro deste ano e operação a partir do primeiro trimestre de 2019.

De acordo com o superintendente da Infraero, Wagner Martins, o asfaltamento da reforma da pista, em andamento, será entregue na próxima semana, dia 15. Ele acrescenta que, em seguida, serão iniciados o balizamento e a sinalização. Wagner disse, ainda, que a expectativa é liberar a pista para operação em 20 de dezembro e o processo de certificação pela Agência Nacional de Aviação Civil irá acontecer em paralelo.

“Estamos com o cronograma em dia e, inclusive, em um prazo menor que o previsto. A ideia é que na próxima Feira Brasil Offshore, que será realizada em junho de 2019, os voos comerciais já estejam a todo vapor. A licitação do estacionamento já foi concluída e temos um vencedor “, acrescentou o superintendente. O aeroporto já conta com novo terminal de passageiros.

O Aeroporto de Macaé está entre as 12 unidades do país que tiveram sua concessão aprovada, nesta segunda-feira (5), pelo Programa de Parcerias de Investimento (PPI), com a definição de regras do leilão de três blocos. O bloco Sudeste inclui o Aeroporto de Macaé e Vitória (ES). O prazo de concessão é de 30 anos.

Para o secretário de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda, Gustavo Wagner, o segmento de óleo e gás move a economia do município. “A operação de voos comerciais, ou seja, prestação de serviços, é fundamental para o desenvolvimento dos profissionais dessa área e, consequentemente, da cidade”, frisou Gustavo.

“A comitiva, que inclui representantes do governo e empresários, está realizando o acompanhamento mensal das obras. A expectativa é que a operação da pista com voos comerciais comece antes mesmo da concessão. A proposta é retomar trechos como Macaé/Campinas, Macaé/Rio e Macaé/Vitória. De qualquer forma, podemos ter outros destinos”, afirmou o consultor da Prefeitura de Macaé, Helio Batista.

Além de atender a exploração e produção offshore de petróleo e gás da Bacia de Campos, a reforma da pista do aeroporto também fomentará o turismo de lazer, atraindo mais turistas por conta das belezas naturais de Macaé que envolvem serra, mar e lagoas, fortalecidas pela rede hoteleira com cerca de 10 mil leitos.

“Estamos lutando desde 2013, quando perdemos os voos regulares. Agora, com o retorno, a expectativa é evoluirmos em diversos setores como, por exemplo, o turismo. É um passo importante para voltarmos a crescer”, destacou o presidente da Associação Comercial e Industrial de Macaé (Acim), Antônio Severino dos Santos.

O coordenador da Comissão Municipal da Firjan, Evandro Cunha, afirmou que a entidade, junto com outras representações da indústria e do comércio, acompanha as obras. “A retomada de Macaé precisa desse avanço na área logística”, pontuou.

Obras – As obras da pista do Aeroporto de Macaé começaram em junho deste ano. A primeira fase das intervenções foi concluída parcialmente com a operacionalização de 430 metros de pista para pouso e decolagem somente de helicópteros até 16,20 metros de comprimento. O investimento do governo federal é da ordem de R$ 24 milhões.

Visita de comitiva nas obras de ampliação do aeroporto. Macaé/RJ. Data: 06/11/2018. Foto: Rui Porto Filho

Deixe uma resposta