XXV Festival de Crustáceos e Frutos do Mar homenageia os 400 anos de Barra de São João

Projeto 'Caminhos da História' conta um pouco da história desses quatro séculos

1121
Projeto 'Caminhos da História' conta um pouco da história desses quatro séculos

O Festival de Crustáceos e Frutos do Mar também é cultura! No ano em que Barra de São João completa 400 anos, com a fundação da Igreja São João Batista, a Prefeitura de Casimiro de Abreu lança o projeto “Caminhos da História”.

Moradores e visitantes poderão conhecer um pouco mais da história desses quatro séculos de Barra de São João. O percurso, que contempla toda a Beira-Rio, da Praça As Primaveras até a Praça do Canhão, relembra o período em que a antiga Rua do Comércio concentrava quase toda a movimentação da cidade.

Cada peça resume um século de história, com fatos e curiosidades interessantes, como os primeiros índios que habitaram o nosso território, os Goitacás, a importância do rio São João para a ocupação e o desenvolvimento da cidade, a visita do imperador Dom Pedro II, o nascimento do poeta Casimiro de Abreu, a mudança do nome e da sede do município para Casimiro de Abreu e a consolidação de Barra de São João como um dos principais destinos turísticos da região.

Uma exposição de fotografias antigas também permitirá uma viagem no tempo. A exposição “Barra de São João, 400 anos” contará com mais de vinte imagens de vários momentos da cidade e poderá ser conferida durante os três dias do Festival de Crustáceos e Frutos do Mar de Barra de São João, na Biblioteca Carlos Drummond de Andrade, de 12 a 14, neste fim de semana.

Também vai rolar na Biblioteca, no sábado, dia 13, uma amostra de como é feita a brassagem, uma das etapas mais importantes na produção da cerveja artesanal, além da criação de uma receita exclusiva com o nome Beira-Rio, em homenagem aos 400 anos de Barra de São João.