Região dos Lagos: Barreiras sanitárias são intensificadas durante o feriado da Semana Santa

2616
Região dos Lagos: Barreiras sanitárias são intensificadas durante o feriado da Semana Santa / Foto: Divulgação

Arraial do Cabo está intensificando as barreiras sanitárias durante o feriado da Semana Santa. De acordo com o município, as barreiras sanitárias estão instaladas nos principais pontos de acesso ao Centro e aos Distritos, e a fiscalização acontece 24h. Para entrar na cidade é necessário um comprovante de residência nominal e o documento oficial com foto. Ainda de acordo com a prefeitura, há também um trabalho de conscientização junto ao setor turístico, que está com as atividades suspensas.

Em Cabo Frio, as barreiras funcionam 24h por dia, segundo a Prefeitura, e estão instaladas em três pontos da cidade: na Avenida América Central, na ponte sobre o canal Palmer, na RJ-140. Outra na Av. Wilson Mendes. E outra na altura de Tamoios, segundo distrito de Cabo Frio. Motoristas que tentaram entrar no município durante a noite enfrentaram filas para passar pelo bloqueio.

A Prefeitura informou que podem ser apresentados documentos como comprovante de residência, crachá, contracheque ou carteira de trabalho.

Em Araruama as barreiras estão em funcionamento desde o inicio da semana. Foram instaladas duas barreiras sanitárias: Uma no distrito de Praia Seca, na entrada para Praia do Dentinho, e a outra na saída da Via Lagos, com equipes das áreas de Enfermagem e Vigilância Sanitária e apoio da Guarda Civil e da Defesa Civil de Araruama.

Em Rio das Ostras, a prefeitura determinou, por intermédio do Decreto N° 2507/2020, publicado na edição 1157 do Jornal Oficial, do dia 08 de abril, a criação de barreiras sanitárias para conter o avanço do coronavírus (COVID-19) na Cidade, a partir do próximo dia 13 de abril.

As barreiras sanitárias serão estabelecidas nos seguintes acessos ao Município: Divisa da Barra de São João, Divisa de Macaé, Trevo de Cantagalo na Rodovia do Contorno e Divisa com Casimiro de Abreu – KM 162.

A Administração Pública designou profissionais de Saúde e de Segurança Pública para atuarem nas barreiras sanitárias.

O desembarque e/ou acesso de pessoas no Município somente será permitido após avaliação da equipe de Saúde. As medidas previstas neste Decreto podem ser ampliadas ou revogadas de acordo com o avanço da pandemia.