Quiosques de Arraial do Cabo são denunciados por cobrança indevida de uso de barracas com consumação mínima

1306
Quiosques de Arraial do Cabo são denunciados por cobrança indevida de uso de barracas com consumação mínima/ Foto: Divulgação

Após denuncias, a equipe do PROCON Arraial do Cabo em ação conjunta com agentes da Fiscalização de Posturas, realizou nesta quarta-feira (8), uma operação de fiscalização na Orla da Praia Grande e Prainha, realizando diligências. As equipes foram apurar as denúncias de que alguns quiosques estariam cobrando indevidamente pelo uso de barracas e cadeiras com consumação mínima. Cabe ressaltar que essa ação é considerada ato infracional, também conhecida como “Venda casada” que no seu cerne constitui crime com base na lei 8.078/90 inciso I do artigo 39 do Código de Defesa do Consumidor (CDC).

“O Procon alerta aos consumidores sobre essa prática ilegal de alguns quiosques, e que os clientes devem denunciar o infrator para que o órgão posso tomar as medidas administrativas cabíveis. Nós iniciamos hoje com essa fiscalização e vamos dar continuidade, em todas as praias da cidade”, disse Marcio Lisboa, Secretário de Proteção e Defesa do Consumidor.

Durante a operação também foi cobrado dos comerciantes a apresentação da comanda ao consumidor conforme lei 2.027/17 Lei de transparência,  a falta de placas de advertência para proibição de venda de bebidas alcoólicas a menores de 18 anos, falta do livro de reclamações, Código de defesa do consumidor, produtos sem especificação, além de flagrantes como produtos vencidos, armazenamento e manuseio inadequado de alimentos. As sanções podem ser aplicadas através de multas até cassação de permissão para comercialização dos quiosques e ambulantes.

O PROCON se coloca a disposição de todos pelos canais abaixo para realização das denúncias, na própria sede que fica Av. Governador Leonel de Moura Brizola, Centro, ao lado da rodoviária, por e-mail: procon@arraial.rj.gov.br pelo telefone 22-2622-1417, ou pela nossa página.