PF prende 10 suspeitos de caça ilegal em reservas de Rio das Ostras, Casimiro de Abreu e Silva Jardim

887

10 caçadores que atuavam nas reservas biológicas Poço das Antas, localizadas no município de Silva Jardim e Casimiro de Abreu, também na APA da Bacia do Rio São João, e a Reserva Biológica União, no município de Rio das Ostras, foram presos na madrugada desta segunda-feira (2). A prisão foi realizada por Agentes do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e da Polícia Federal (PF).

A operação Prohibitus, cumpriu 18 mandados de busca e apreensão contra um grupo criminoso suspeito de caçar nas reservas biológicas. A operação foi feita em conjunto com o Ministério Público Federal. A investigação começou há 4 meses e constatou a intensa atividade de caça nas reservas florestais, com o abate de dezenas de animais silvestres por semana para consumo próprio e para comercialização.

De acordo com a PF, alguns dos detidos realizam a caça ilegal para fins comerciais e outros para consumo próprio. Essas unidades de conservação em que os caçadores investigados atuavam preservam um importante fragmento de Mata Atlântica de baixada do estado do Rio de Janeiro e é uma das moradas do endêmico e ameaçado mico-leão-dourado, entre outros animais silvestres

Os caçadores foram levados para a Polícia Federal em Macaé, e irão responder por crime ambiental e posse de arma de fogo de uso permitido.