Irresponsabilidade: Após comícios com muita festa, aglomeração sem nenhum distanciamento, casos de Covid-19 aumentam em Rio das Ostras

2506

Já era de se esperar! As eleições municipais provocaram aglomerações e, consequentemente, aumento de casos de Covid-19 em Rio das Ostras. Passeatas, cicleatas e comícios arrastaram multidões nos principais pontos da cidade. Nos anúncios, as organizações orientavam: Uso de máscara e álcool gel obrigatório, mas dificilmente a ordem era cumprida, e foram encontradas muitas pessoas sem nenhum cuidado com a saúde e nenhuma fiscalização por parte dos candidatos.

Pude acompanhar da varanda da minha casa um passeio ciclístico de um candidato a prefeito, percebi poucas pessoas usando máscara, péssimo exemplo, afirma Luana Lopes, moradora do Liberdade.

Eu já sabia que isso aconteceria, muita gente reunida em um local só, os comícios então parecia que todos ali estavam vacinados contra a COVID-19, muita irresponsabilidade, principalmente por parte dos candidatos“, disse Giselle Castro, Técnica de segurança do trabalho.

Logo no início do período de campanha eleitoral, a juíza da 184ª Zona Eleitoral de Rio das Ostras, Anna Karina Guimarães Francisconi, determinou a suspensão provisória de algumas atividades eleitorais, com foco na prevenção e enfrentamento ao Coronavírus.

Na ocasião, foram suspensas: caminhadas, passeatas, passeio ciclístico, moto ciclísticos, e qualquer atividade eleitoral que envolvia aglomerações de pessoas.

Nesta segunda-feira (16) o município de Rio das Ostras divulgou que os 11 leitos de UTI instalados no Pronto Socorro Municipal estão todos ocupados (100% taxa de ocupação).

Em 30 dias a cidade registrou mais 7 óbitos por Covid-19. No dia 16 de outubro eram 2118 casos confirmados, um mês depois 2490 casos. Só nesta segunda-feira o município registrou 25 novos casos.