Feriado de Corpus Christi: Jazz & Blues Festival já tem data definida, e será marcado pelo retorno do palco da Tartaruga

Estão sendo esperados cerca de 80 mil pessoas durante os quatro dias de Festival em todos os palcos.

1870
Feriado de Corpus Christi: Jazz & Blues Festival já tem data definida, e será marcado pelo retorno do palco da Tartaruga/ Foto: Reprodução Internet

A 16ª edição do Rio das Ostras Jazz & Blues Festival vai acontecer no feriadão de Corpus Christi, de 20 a 23 de junho, a novidade foi anunciada pela prefeitura na manhã desta quarta-feira (22). Este ano, o festival vai receber 29 músicos nacionais e internacionais que oferecerão ao público cerca de 70 horas de música, mas a grande novidade desta edição é o retorno do Palco da Praia da Tartaruga, considerado o mais charmoso do Festival.

A edição de 2019 terá 34 shows, em quatro palcos principais ao ar livre: Praça de São Pedro, Lagoa do Iriry, Praia da Tartaruga e Costazul (palco principal instalado na Cidade do Jazz). Dentre os músicos que passarão por estes palcos, estão Dianne Reeves, Romero Lubambo, Roy Rogers, Serginho Trombone, Bixiga 70, dentre outros.

A Casa do Jazz – palco alternativo que fica na Cidade do Jazz – receberá shows de novas bandas que estão se destacando no estado do Rio de Janeiro, com apresentações nos intervalos dos shows principais. Este ano o local será uma homenagem póstuma ao músico Arthur Maia (Espaço Arthur Maia), que em sua carreira se apresentou diversas vezes no Festival ao longo destes 15 anos.

Estão sendo esperados cerca de 80 mil pessoas durante os quatro dias de Festival em todos os palcos. A Cidade do Jazz em Costazul contará com duas áreas de gastronomia com 18 bares e restaurantes; 15 estandes de comercialização de artesanato; e o Clube do Vinil, espaço onde os aficionados e colecionadores das famosas “bolachas” poderão trocar ideias, comprar e trocar seus discos.

Economia

Em 15 anos de história, o Rio das Ostras Jazz & Blues Festival realizou mais de 550 shows para cerca de um milhão de espectadores, além de 100 palestras e workshops estimulando o interesse pela música de alta qualidade e criando oportunidades para o público conferir de perto alguns dos maiores nomes do Jazz, Blues e da música instrumental internacional e nacional.

Durante todo esse período o Festival manteve-se fiel à sua proposta inicial, que é focada em formar público, alavancar o turismo, gerar renda, atrair negócios, ofertar cultura, democratizar o acesso ao bem cultural, por meio de sua total gratuidade e fomentar a economia através de sua continuidade, comprovado por estudos feitos pela FGV-RJ, por quatro anos, possibilitando a injeção de 10 milhões de reais em média nos quatro dias de sua realização por edição.

A 16ª edição do Rio das Ostras Jazz & Blues Festival é uma realização da Prefeitura de Rio das Ostras, Fundação de Cultura e Governo Federal. Conta com a produção da Azul Produções, e apoio da Vallourec, Oceânica, Sindicomércio e Band.