Corpo encontrado em Rio das Ostras: Polícia prende miliciano por homicídio e ocultação de cadáver de gerente de posto de combustível

Investigações apontam que a mulher, presa em junho deste ano, planejou o crime para ser beneficiada com o valor do seguro e da indenização da morte do marido.

4398

Policiais da Delegacia de Descoberta de Paradeiros (DDPA) prenderam, nesta segunda-feira (27), um miliciano pelos crimes de homicídio e ocultação de cadáver contra o gerente de uma multinacional petrolífera. O corpo de Wagner Franco foi encontrado em fevereiro de 2019, em Rio das Ostras. O criminoso foi capturado na comunidade do Sapê, na Taquara.

Segundo os agentes, a vítima desapareceu após sair do consultório dentário de sua esposa, no comunidade do Terreirão, no Recreio dos Bandeirantes. As investigações apontam que a mulher, presa em junho deste ano, planejou o crime para ser beneficiada com o valor do seguro e da indenização da morte do marido, cerca de R$ 200 mil. O miliciano teria recebido R$ 10 mil para consumar o crime. 

Ainda de acordo com os agentes, contra o criminoso foi cumprindo um mandado de prisão temporária expedido pela 4ª Vara Criminal  da Capital. Ele é acusado de integrar a milícia da comunidade do Terreirão.