Carreta do Sesc estaciona em Rio das ostras e oferece serviços odontológicos gratuitos

Moradores chegaram cedo ao local, onde foram distribuídas 500 senhas com direito aos atendimentos que já começam nesta sexta (10) e seguem até o dia 9 de abril.

886

Foi inaugurada nesta quinta-feira (9), a carreta do projeto OdontoSesc, que vai oferecer serviços odontológicos gratuitos para a população de Rio das Ostras. A unidade móvel está instalada na Praça Cláudio Ribeiro, ao lado da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo. Moradores chegaram cedo ao local, onde foram distribuídas 500 senhas com direito aos atendimentos que já começam nesta sexta, dia 10, e seguem até o dia 9 de abril.

A chegada do projeto em Rio das Ostras aconteceu por meio de mais uma parceria da Administração Municipal com o Sesc RJ. Para a moradora da localidade de Cláudio Ribeiro, Eliana Cristina da Silva, que chegou bem cedinho para garantir sua senha, exatamente às 5h50, a iniciativa é uma excelente oportunidade para população que deseja cuidar da Saúde Bucal.

“Estava precisando cuidar dos meus dentes há tempo e não podia deixar essa chance passar. É uma ótima iniciativa porque a população mais carente precisa desses cuidados com a saúde. A expectativa é grande e espero sair daqui com um sorriso novo e mais bonito”, disse Eliana.

A coordenadora do projeto OdontoSesc no Rio de Janeiro, Taís Feris, informou que quem pegou as 320 primeiras senhas já saiu com dia e hora de consulta marcados. Já as 180 restantes ficam em fila de espera, que serão chamadas assim que outras pessoas forem recebendo alta do tratamento. O projeto atende munícipes com idade mínima de cinco anos.

Durante os três meses de projeto na Cidade, a equipe do Sesc também realizará um trabalho de Educação em Saúde nas escolas da Rede Municipal, unidades da Secretaria de Bem-Estar Social e para a população em geral. Serão atividades lúdicas, com palhaços, pintura e outras brincadeiras, assim como foi mostrado também na inauguração desta quinta-feira, que atraiu muitas crianças.

“Sempre abrimos esse número de vagas nos municípios onde passamos. Nas cidades do interior as senhas são distribuídas até por volta do meio-dia e aqui acabou antes disso. Superou nossas expectativas. Tão importante quanto proporcionar esse benefício e atividades para a população é que esse trabalho também traz um crescimento pessoal para nossos profissionais, porque antes conhecemos as comunidades mais carentes, e sabemos a realidade, as necessidades de cada uma. É muito gratificante”, ressaltou a coordenadora Taís.