30°

Tempo limpo

Rio das Ostras, RJ

Entretenimento Abuso

Suspeito de abuso sexual, marido de cantora gospel é preso nos Estados Unidos

Em entrevista exclusiva exibida no "Encontro", a mãe da vítima contou que Heloisa Rosa teria dito que estaria ao seu lado na denúncia.

22/05/2024 às 17h59
Por: Redação Fonte: Gazeta
Compartilhe:
Divulgação
Divulgação

Suspeito de ter abusado sexualmente de uma criança de seis anos, Marcus Grubert, marido da cantora gospel Heloisa Rosa, foi preso na última terça-feira (21), na Flórida, nos Estados Unidos. O caso, que ocorreu no ano passado, envolve duas famílias brasileiras que moram fora do país.

Nesta quarta-feira (22), a jornalista Patrícia Fazan, que acompanha a história, participou do programa Encontro. Ela entrevistou a mãe da vítima. Os detalhes do caso seguem sob segredo de justiça. 

— As crianças eram amigas, muito próximas. Em uma ocasião, ela (Heloisa Rosa) acabou insistindo muito, dizendo que a criança dela estava muito sozinha, que gostava de estar com a minha filha. Naquela noite, achei que não teria problema. Quando eu cheguei, eu percebi que ela estava bem tensa, nervosa... e, dali, fomos embora — relatou.

Em seguida, a mãe relatou brevemente a reação da filha ao chegar em casa:

— Ela relatou para mim que algo de estranho havia acontecido.

A mãe contou ainda que, no dia seguinte, questionou Heloisa, que teria dito que sabia o que tinha acontecido. Ela garantiu que estaria ao lado da mãe da vítima durante o processo de acusação. No entanto, quando foi chamada para prestar depoimento, não apareceu.

Após a denúncia, a mãe conta que precisou de um treinamento para lidar com a situação de maneira responsável, protegendo a filha de mais exposição ao trauma. 

— Nós não falamos sobre isso dentro de casa, nós não abordamos este assunto. Eu fui treinada para saber receber ela se ela viesse com alguma informação, mas nós nunca a abordamos. A gente se preocupou em fazer tudo de forma correta para ela alcançasse esse nível de recuperação que está hoje — afirmou.

Marcus está em regime de prisão preventiva enquanto o caso segue para análise da promotoria pública dos Estados Unidos.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários